Espíritos Lyrics

Estraca Lyrics

You are viewing Espíritos Lyrics - Estraca

Espíritos song lyrics are written by Estraca

Complete information about Espíritos lyrics

Selected song name: Espíritos
Singer Name: Estraca
Lyrics written by: Estraca

You can see all the lyrics of Estraca songs at rare-lyrics.com




É com respeito no meu peito 'tá perfeito mais um take
Vejo sombras no meu quarto espero que ninguém suspeite
Eu espreito e vejo o feito, eleito, eu fui aceite
Sombra escura, grita Chelas e a**ina "MC Snake"
Todo o meu corpo tremeu
Alma que à terra desceu
Snake fala um pouco sobre aquilo que aconteceu
Sucedeu, perguntei eu, imprensa sem saber escreveu
A revolta foi a arma e foi por essa que ele morreu
Não tinha nada ilegal, revolta sentimental
Cansado de ser parado por ser preto em portugal
A versão real, final, nunca escrita no jornal
Samuel, eu vejo tudo, escrevo em cada instrumental
E disse-me ele a fome ainda me consome
Quando o estúdio está vazio ainda corro ao microfone
Samuel eu 'tou aqui, sempre juntos nunca alone
Desde o tempo do Linhó, Às noites por Lisabon
Nossas caminhadas, minhas últimas palavras
As conversas de cinema, Sam para sempre lembradas
Honradas em ti presente mentes nunca separadas
Vejo tudo aqui de cima, fica atento às coordenadas

Que calor abrasador, uma energia forte
Brilho, uma luz superior
És o meu tradutor, na terra disse o senhor
Eu vejo uma nova sombra, imagem do Raptor
Bom dia dizia numa voz que me arrepia, fria
Falou-me sobre a dor que ainda sentia
Agradecia em poesia, refletia, resumia
Uma forte falta de ar no azar que não previa
Morte cerebral, situação infeliz
Raptor quis bis, diz, nova diretriz
Cultura hip-hop, rimas, beats e vinis
Depois da primeira etapa
Eu vim com pontos nos i's
Atento ao crescimento lento do movimento
Muda o tempo e as figuras, mas não muda o argumento
Se eu lamento, eu apresento minha dor em pensamento
Amigos e família desculpem o sofrimento
É constante, marcante, foi tanto, bastante tocante, chocante
Pa**ado tão perto tão longe, distante
Despedida emocionante perante um ar sufocante
Fica o nome Raptor, curta carreira marcante


Para quem partiu e lutou pela cultura
Quem esteve cá mesmo na fase mais dura
Hip-hop tuga deixo a minha a**inatura
Respeito, mão no peito por toda a vossa bravura

Para quem partiu e lutou pela cultura
Quem esteve cá mesmo na fase mais dura
Hip-hop tuga deixo a minha a**inatura
Respeito, mão no peito por toda a vossa bravura


Do bus ao metro
Caminho é perto, caminho é certo
Lumiar, Chelas o trajeto
Secreto, projeto, energias que eu liberto
Parei, concentrei, olho em frente e vejo o Beto
Beto Di Ghetto, sombra de casaco preto
Sozinhos trocámos palavras naquele beco
A lembranças eu remeto, meto no meu peito um aperto
Cada som, cada palavra tua, cada concerto
Resistente nas palavras sempre pura e conscientemente
Toda a gente sente postura de um combatente crente
Na cabeça, concerto no Iminente
Maskarilha na cabine e o Syer no represent
São realidades lembradas nas tuas frases
Alfabeto, até quando? Talvez quantas quantidades
Verdades, emocionado
Falou-me das tempestades
Saudades da família, dos filhos e amizades
Rapazes,
Vocês sabem quem são
Vá lá não deixem morrer o rap de intervenção
Reação naquele olhar nas palavras emoção
Diz adeus e obrigado, completando a ligação

Procuras o pa**aporte
E pa**aste a vida inteira toda à procura da sorte
Mais um corte, mas o corte deu-te vida, fez-te forte
Olho à volta, um arrepio, numa sombra vi o Short
Shortsize, foste embora sem aviso
Deixaste a vida na Terra em busca do paraíso
Eu paraliso, imagem que imortalizo
A tua voz envergonhada, teu olhar eu visualizo
O teu sorriso puro, nessa imagem que eu misturo
Cortavas-me o cabelo e falávamos de hip-hop juro
Foi tudo, procuro, censuro, pensar futuro
Fui atrás do paraíso encontrar lugar seguro
Show No Love, Catanga Street, Catujal e
Transmite saudade, vontade, de escrever, ouvir um beat
Às vezes a vida leva-te ao limite
Controla-te o pensamento
E chegas ao fim num click
Rest In Peace




Para quem partiu e lutou pela cultura
Quem já esteve cá mesmo na fase mais dura
Hip-hop tuga deixo a minha a**inatura
Respeito, mão no peito por toda a vossa bravura

Para quem partiu e lutou pela cultura
Quem já esteve cá mesmo na fase mais dura
Hip-hop tuga deixo a minha a**inatura
Respeito, mão no peito por toda a vossa bravura


Se eu pudesse
Voltar a trás...